<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://px.ads.linkedin.com/collect/?pid=2414825&amp;fmt=gif">

A telecomunicação e a área da saúde andam juntas, e com o avanço da tecnologia e das necessidades do público, é preciso investir em soluções. O sistema de cobertura DAS em hospital é a melhor forma de resolver problemas de conexão, e um bom exemplo disso é o caso do Hospital Perinatal Barra.

Localizado no Rio de Janeiro, o Perinatal Barra é um hospital referência em maternidade. Com diversos bebês chegando ao mesmo tempo, imagine o congestionamento de rede enquanto pais e responsáveis enviam fotos do novo membro no grupo da família, por exemplo! O hospital precisava de um suporte maior de conexão para promover conforto e tranquilidade em um momento único e especial.

E por que usar o sistema DAS em hospital? Porque o DAS é uma solução indoor, que se conecta com a rede das operadoras por meio de pequenas antenas espalhadas pelo local, levando sinal de qualidade para todo o espaço de cobertura. 

É o sistema mais indicado para hospitais por não prejudicar a saúde com radiações e não interferir nas operações e equipamentos médicos. Esse sistema de antena distribuída - daí o nome DAS, do inglês Distributed Antenna System) - é feito para oferecer cobertura de sinal de qualidade especificamente em ambientes fechados, vencendo as barreiras físicas de paredes e portas reforçadas.

Desafios do DAS no Hospital Perinatal Barra

Cada local precisa ser estudado para que a equipe possa oferecer a solução que melhor atenda àquelas necessidades. E com o hospital não seria diferente: além da conexão, foi preciso pensar em questões mais delicadas, como interferências nos equipamentos médicos e riscos para grávidas e recém-nascidos.

O espaço é grande e conta com intenso fluxo de pessoas - são 18 mil m² e mais de 475 mil visitas por ano. Além disso, a estrutura do hospital é preparada para conter a dispersão de agentes contaminadores; conta com alas distantes umas das outras, paredes grossas e sistema corta-fogo, o que prejudica a propagação do sinal.

Para o caso do Perinatal, a solução escolhida foi o DAS Ativo, que permite com que o sinal chegue com qualidade a todos os andares e salas do hospital com baixos níveis de radiação, atendendo a necessidade do público sensível. É importante reforçar que o sinal do celular não é nocivo à saúde.

Foi possível realizar a implantação do DAS no hospital de maneira tranquila e silenciosa, respeitando as exigências do ambiente. Ao final do processo, os pacientes e colaboradores puderam usufruir de cobertura 100%, proporcionada por 126 antenas e seis unidades remotas.

A importância da telecomunicação em hospitais

Naturalmente, os hospitais precisam de cobertura de sinal para oferecer uma boa experiência ao usuário, mas não para por aí: a tecnologia e a conexão de qualidade permitem diagnósticos mais rápidos, monitoramento de pacientes, acesso aos prontuários médicos de forma prática e notificações eletrônicas, entre muitos outros benefícios.

Em 2017, as conexões eram usadas para rastrear a saúde de 53% dos pacientes em todo o mundo - a previsão é que o número salte para 99% em 2022, segundo uma pesquisa da Zebra Research

Outra vantagem é a diminuição de erros; ao ter um sistema de conexão, é possível reduzir em até 70% as falhas de comunicação no atendimento ao paciente, além de diminuir erros na identificação de coleta de amostras e na administração de medicamentos.

Invista na cobertura DAS em hospital e otimize o fluxo de trabalho e a satisfação dos pacientes. Entre em contato e saiba mais!

Equipe de Marketing

Equipe de Marketing

Equipe de marketing da QMC Telecom

qmc_CTA_fim_Blog_Tablet_ebook
GOSTOU DO CONTEÚDO? A GENTE ESPERA QUE SIM! :)

Aproveita então e dá uma olhada nesse E-book sobre Transformação Digital na gestão hoteleira: falamos sobre reputação online, sistemas de reserva, experiência do consumidor, e o futuro da revolução digital nos hotéis.

BAIXE AGORA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Assine nossa newsletter!

New call-to-action