<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://px.ads.linkedin.com/collect/?pid=2414825&amp;fmt=gif">

Novos avanços tecnológicos surgem a cada dia, ainda mais impulsionados pela transformação digital. Além da conexão 5G, outro assunto no radar da telecomunicação é o OpenRAN - Open Radio Access Networks - no português, “Rede Aberta de Acesso por Rádio”.

Apesar de não ser um conceito novo, a tecnologia consiste em uma rede aberta e interoperável, que permite que componentes de diferentes fornecedores sejam combinados para formar uma rede completa. A aplicação será diferente da RAN tradicional, em que as redes de acesso utilizam as tecnologias integradas do mesmo fornecedor, por exemplo.

O Open Radio Access Networks vai proporcionar diversos benefícios:

  • Automatização, já que é altamente programável;
  • Conectividade sob demanda;
  • Maior diversidade de fornecedores;
  • Diminuição de equipamentos na rede, com o processo de virtualização.

 

Tudo isso promete impulsionar o mercado e a economia digital, com expectativa de surgimento de novas empresas e diversidade para a cadeia de suprimentos.

Implantação do OpenRAN no Brasil e no mundo

O Brasil já conta com o grupo OpenRAN do Brasil, com participação da CPqD, Cisco, Qualcomm, IBM, NEC, Nokia e Trópico, para defender a regulamentação e as medidas de incentivo à implantação da tecnologia.

Em paralelo, a Telefónica, controladora da Vivo no Brasil, também está entre as empresas que já anunciaram o uso em larga escala do padrão de rede aberta, e está realizando testes no país em parceria com os fornecedores de software Altiosatar, Mavenir e Parallel. Na região do Vale do São Francisco, os testes tiveram sucesso na banda 4G, e os resultados abrem caminhos para o experimento também no 5G.

No âmbito internacional, destacamos o exemplo da Vodafone, operadora britânica que usará equipamentos fornecidos pela Dell, NEC, Samsung e Wind River para a implantação do OpenRAN. No começo do ano, a Vodafone e as operadoras europeias Deutsche Telekom, Orange e Telefónica se uniram para apoiar o lançamento de O-RAN em futuras redes móveis em toda a Europa.

A Movistar, também empresa da Telefónica, avança na América Latina, e já completou uma ativação OpenRAN no primeiro trimestre de 2021, na cidade Puerto Madryn, na costa do norte da Patagônia - Argentina.

Operadores de rede móvel de todo o mundo, fornecedores e pesquisadores da área se reúnem na comunidade mundial O-RAN Alliance para promover mais avanços e determinar padrões e regras para a tecnologia. Todos contam também com o Telecom Infra Project (TIP), uma comunidade internacional que busca acelerar o desenvolvimento e implantação de soluções de tecnologia abertas. A iniciativa foi fundada pelo Facebook, SK Telecom, Deutsche Telekom, Nokia, Intel, entre outras empresas.

Impacto no mercado de telecomunicações

Não somente as operadoras vão sentir os impactos da migração para a arquitetura aberta: os fornecedores também vão se beneficiar da multiplicidade que o OpenRAN vai proporcionar, criando assim novas oportunidades de mercado.

A nova arquitetura de rede vai influenciar positivamente os serviços de telecomunicações, com preços mais baixos para o consumidor - já que outra mudança prevista é a redução na quantidade de equipamentos na rede, com o processo de virtualização, além do aumento de competitividade com a entrada de novas empresas no ecossistema.

A abertura tecnológica permite o sucesso dos nichos, aumenta as chances de pequenas e médias empresas atuarem no segmento de telecomunicações e oferece um bom serviço para o consumidor final - todos saem ganhando.

Acompanhe nosso site e fique por dentro de todas as novidades do setor!

Equipe de Marketing

Equipe de Marketing

Equipe de marketing da QMC Telecom

qmc_CTA_fim_Blog_Tablet_ebook
GOSTOU DO CONTEÚDO? A GENTE ESPERA QUE SIM! :)

Aproveita então e dá uma olhada nesse E-book sobre Transformação Digital na gestão hoteleira: falamos sobre reputação online, sistemas de reserva, experiência do consumidor, e o futuro da revolução digital nos hotéis.

BAIXE AGORA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Assine nossa newsletter!

New call-to-action