<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://px.ads.linkedin.com/collect/?pid=2414825&amp;fmt=gif">

O mundo mudou e ainda mudará muito até o fim da atual pandemia de Covid-19. O importante, no entanto, é saber que temos recursos tecnológicos para passar por ela e, nos prepararmos para o durante e o pós. Independente de quando, uma coisa é certa: a relação da sociedade com a tecnologia e conectividade nunca será a mesma. Por conta da atual situação que vivemos, a familiaridade de grande parte da população com a tecnologia vem subindo.

Outro ponto que vem mudando é o modelo de ensino global. Enquanto o ensino à distância (EAD) era considerado um diferencial de instituições de ensino privadas, mais uma vez a pandemia forçou para que modalidade fosse adotada por todas as instituições, inclusive as públicas. 

Segundo a Unesco, no mundo inteiro, 1,5 bilhão de estudantes tiveram as aulas suspensas ou mudadas para a forma remota durante a quarentena. 

Quando estreitamos a questão apenas para as universidades, esta faceta digital só se aprofunda. Universidades e faculdades que operavam apenas no modelo presencial tiveram que se adaptar em tempo recorde para manterem as suas atividades. Isso fez com que a relação com os alunos migrasse quase que em sua totalidade para o ambiente online. Entretanto, dado os benefícios da digitalização, esse processo não regridirá para o offline, pelo contrário, irá se intensificar ainda mais. A digitalização é um processo de evolução sem volta. 

A grande mudança que acontecerá após o fim da pandemia será no planejamento dessa digitalização - que muitas instituições já iniciaram. O que antes era uma necessidade de sobrevivência do negócio, se tornará um diferencial competitivo. Se destacarão aquelas que conseguirem mostrar o seu valor para os seus clientes. É aí que as novas tecnologias entrarão em ação, como a Inteligência artificial (IA), a realidade aumentada (AR) e realidade virtual (VR).

Como a inteligência artificial está mudando o ensino superior

O grande benefício que a inteligência artificial traz para o EAD é a personalização do ensino. Com ela é possível que o conteúdo se adapte ao estilo de aprendizado de cada aluno, oferecendo uma experiência totalmente única e potencializando a sua capacidade de aprendizado. Muitas instituições já adotaram a IA em seus modelos de ensino, como é o caso da Escola de Negócios Saint Paul. Em uma parceria com a IBM, utilizam o Watson (inteligência artificial da IBM) para criar um processo de ensino disruptivo: a IA consegue identificar padrões de comportamento do usuário e se adapta para criar o melhor modelo para que ele aprenda, oferecendo conteúdos de acordo com as suas preferências. Você estuda em pequenos intervalos? Conteúdos mais curtos e dinâmicos serão oferecidos. Você é uma pessoa mais visual? Vídeos complementarão o seu aprendizado. Entretanto, a IA pode auxiliar as instituições de ensino em outras áreas, como o seu relacionamento com o aluno ao ser aplicado no atendimento e suporte ao mesmo, agilizando processos e os deixando mais efetivos.

Como a Realidade Virtual e a Realidade Aumentada estão mudando o ensino superior

Enquanto a IA possui uma maior aplicabilidade no ensino e relacionamento à distância, tanto a Realidade Virtual quanto a Realidade Aumentada se destacam na experiência presencial.  Essas tecnologias imersivas podem ajudar alunos a compreenderem conceitos complexos com maior facilidade, os preparando para o mercado de trabalho com experiências simuladas e, assim, os mantendo engajados na aprendizagem. 

Fora isso, alunos de arquitetura e engenharia podem ver seus projetos construídos digitalmente, alunos de moda podem ver as suas criações antes da necessidade de se costurar qualquer coisa, alunos de história podem experienciar fatos e acontecimentos de forma completamente imersiva, citando apenas alguns exemplos. A aplicabilidade dessas tecnologias depende da criatividade das instituições, sempre focando na melhor experiência de ensino dos seus alunos.

Universidades e faculdades precisam se preparar para o retorno de um aluno muito mais exigente 

Como dissemos no início do post, a pandemia uma hora ou outra chegará a um fim e voltaremos para o “novo normal”. A pergunta que fica para as instituições de ensino superior é a seguinte: o seu aluno voltará para a mesma instituição anterior à quarentena ou encontrará um lugar mais preparado para esse futuro imediato muito mais digital e conectado?

Todas as tecnologias e evoluções apresentadas são altamente dependentes de conectividade, tanto para o aluno quanto para a instituição de ensino, e o wi-fi não será o suficiente para garantir essa experiência, ainda mais com a chegada do 5G. 

Como anda a qualidade da conectividade do sinal de celular nos seus campi? De forma paralela ao planejamento e adoção de novas tecnologias, é necessário o investimento em infraestrutura para garantir a conectividade ininterrupta do seu público. A boa notícia é que existem parceiros especialistas que podem lhe ajudar nesta questão, como é o caso da QMC, uma neutral host com ampla experiência não apenas em infraestruturas de cobertura, mas também com a realidade comercial das instituições de ensino superior. 

Caso queira saber como podemos ajudar a sua instituição de ensino a ficar preparada para o “novo normal”, entre em contato. A nossa equipe está pronta para atendê-lo da melhor forma possível. 

Se gostou desse conteúdo e gostaria de receber notificações de novas postagens direto no seu e-mail, assine a nossa newsletter agora mesmo. Aqui no QMC Conecta você sempre encontrará conteúdos exclusivos para ajudá-lo a se preparar hoje para um amanhã altamente conectado. 

Gabriela Nunes

Gabriela Nunes

Gabriela é profissional da área de desenvolvimento de negócios e relacionamento com clientes. Com mais de 10 anos de experiência na área comercial, trabalhou em grandes multinacionais, e, nos últimos 5 anos tem se dedicado ao mercado de telecom buscando encontrar melhores soluções que atendam seus clientes de real estate.

qmc_CTA_fim_Blog_Tablet_ebook
GOSTOU DO CONTEÚDO? A GENTE ESPERA QUE SIM! :)

Aproveita então e dá uma olhada nesse E-book sobre Transformação Digital na gestão hoteleira: falamos sobre reputação online, sistemas de reserva, experiência do consumidor, e o futuro da revolução digital nos hotéis.

BAIXE AGORA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Assine nossa newsletter!

New call-to-action