<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://px.ads.linkedin.com/collect/?pid=2414825&amp;fmt=gif">

Ao longo da primavera e do verão, alguns destinos no mundo já começaram a dar os primeiros passos rumo à reabertura das suas cidades para o turismo. Alguns países asiáticos e diversas ilhas no Caribe estão fomentando novamente o mercado e também estabelecendo exigências para a entrada. Museus, como o Louvre e o Prado estão acolhendo mais uma vez os visitantes com capacidade reduzida, o que está garantindo experiências mais agradáveis. 

Além do movimento natural de adaptação que já estava acontecendo ao início da imunização em diversos países, temos uma promessa promissora para o pleno retorno do setor, mesmo que demore meses. Uma prova disso foi o aumento das buscas por termos relacionados a viagens após o anúncio da vacina da Pfizer. Foram 27% no dia seguinte à notícia e uma média de 6% de aumento semanal nos dias que seguiram. 

Uma pesquisa com 4.300 consumidores realizada pela empresa de seguros de viagens Allianz identificou que 49% voltariam a viajar caso uma vacina comprovadamente eficiente fosse anunciada. Enquanto isso, 43% disseram que somente a aprovação por autoridades públicas da saúde seria o suficiente para retornarem as viagens.

O que isso significa para o mercado hoteleiro?

Primeiramente, o que era apenas especulação e projeções de um possível retorno já são um caminho real para o “novo normal”. Em segundo, que é preciso se preparar para esse retorno, afinal, o mundo não é mais o mesmo, e nem os hóspedes. 

Pode demorar um pouco mais, mas também teremos o início da imunização aqui no Brasil e, consequentemente, o retorno dos turistas estrangeiros. 

Vale lembrar que atualmente o setor nacional já conta com 95% da oferta reaberta. Os dados apresentados pela STR, empresa especializada em benchmarking, análise e insights de mercado para setores mundiais de hotelaria, mostram um movimento lento de recuperação, mas com um aumento considerável nos empreendimentos especializados para quem busca descanso e entretenimento, sendo responsáveis por uma média de 34% da atual ocupação. 

4 dicas para o retorno 

Caso queira estar preparado para atrair esses turistas para o seu empreendimento, aqui vão quatro dicas essenciais.

1 - Anuncie a sua volta

Fazer com que as pessoas saibam que o seu hotel está de portas abertas (e com medidas para garantir a saúde dos hóspedes) é o primeiro passo para o retorno da lucratividade. Aproveite o aumento das buscas online (daqueles que ainda estão considerando a ideia de viajar) e também das ocupações (daqueles que já se sentem tranquilos para viajar) para aumentar a consciência de marca junto ao seu público alvo. Uma boa estratégia de marketing digital pode alcançar a sua audiência com até 80% de precisão. Foque em promover o seu hotel e as experiências que ele oferece. 

2 - Crie o seu pipeline de reservas

Depois de atrair, chegou a hora de converter! Uma maneira eficiente para engajar os interessados é promovendo descontos e vantagens únicas. Digitalmente você pode usar ferramentas para fazer o remarketing do seu empreendimento para o público de sua preferência. 

3 - Busque aliados para fazer o upsell

Uma maneira interessante para que isso aconteça é se aliar com serviços complementares para deixar o seu “produto” mais atraente. Descontos em atrações locais, spas, restaurantes, serviços de transporte são alguns exemplos que podem dar muito certo. Ofereça esses diferenciais na hora da reserva e, dependendo do tipo de cliente, é possível criar condições únicas. Vale lembrar que isso só funciona se o ganho for mútuo nessa colaboração. Todos precisam sair ganhando. Assim, mais pessoas e negócios podem retornar às atividades. 

4 - Incentive os comentários online

O compartilhamento das experiências é fundamental para o sucesso durante esse retorno. Ao mesmo tempo em que é uma boa maneira de mostrar para mais pessoas - pela visão dos hóspedes - o quanto o seu empreendimento vale a pena, também serve para você avaliar os pontos positivos e que precisam de atenção no serviço que está oferecendo e, assim, atingir a excelência na experiência do consumidor. 

Mais dicas importantes

Como você pode perceber, muito da estratégia está no online, assim como os seus potenciais hóspedes. Já falamos aqui diversas vezes que garantir que tanto o seu negócio quanto o seu cliente se mantenham online é uma exigência para se manter vivo neste mercado. Esta conectividade abrangente, ininterrupta e de qualidade se tornou sua responsabilidade e apenas o Wi-fi não é o suficiente, ainda mais com a chegada iminente do 5G. 

Se você quer estar à frente nessa retomada, e oferecer uma cobertura de celular de ponta no seu estabelecimento, conheça o sistema DAS da QMC. Uma solução feita sob medida para a sua realidade e a dos seus hóspedes. 

Se você gostou deste conteúdo e gostaria de receber as novidades do QMC Conecta diretamente no seu e-mail, assine a nossa newsletter. Lembre-se, você pode contar conosco para ajudar a superar o atual cenário.

Gabriela Nunes

Gabriela Nunes

Gabriela é profissional da área de desenvolvimento de negócios e relacionamento com clientes. Com mais de 10 anos de experiência na área comercial, trabalhou em grandes multinacionais, e, nos últimos 5 anos tem se dedicado ao mercado de telecom buscando encontrar melhores soluções que atendam seus clientes de real estate.

qmc_CTA_fim_Blog_Tablet_ebook
GOSTOU DO CONTEÚDO? A GENTE ESPERA QUE SIM! :)

Aproveita então e dá uma olhada nesse E-book sobre Transformação Digital na gestão hoteleira: falamos sobre reputação online, sistemas de reserva, experiência do consumidor, e o futuro da revolução digital nos hotéis.

BAIXE AGORA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Assine nossa newsletter!

New call-to-action