<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://px.ads.linkedin.com/collect/?pid=2414825&amp;fmt=gif">

Janeiro, o sol brilha forte no céu. As malas estão prontas, o carro revisado e a família pronta para seguir um roteiro especial de cidades turísticas.

Já que essa não é sua primeira viagem do tipo, você já deu os avisos para o pessoal do trabalho e para amigos/família: o sinal de celular não pega bem nesses lugares, então só entrem em contato em caso de emergências.

Ao mesmo tempo em que essa condição lhe deixa mais livre para curtir a família e as cidades, também lhe deixa no escuro. E se acontecer uma emergência? E aquela proposta que estava esperando o OK do cliente? Fora isso, não vai dar para fazer coisas simples, como postar fotos e vídeos nas redes sociais. Aquela videochamada para os seus pais na hora da virada? Esquece!

Tempos atrás, isso até seria suportável, mas no mundo atual super conectado que vivemos, não dá mais. Principalmente em uma cidade turística. A não conectividade não é ruim apenas para o turista, mas para os negócios das cidades como um todo. Assim como uma marca, a divulgação no online feita de forma espontânea pode atrair mais “consumidores”, mas isso só irá acontecer se estiver aliado a um plano de marketing online.

Mas você está intrigado: já visitou muitas dessas cidades fora da alta temporada e nunca encontrou problemas com o sinal. Parece que ele só piora nas datas com mais turistas.

Você não está ficando maluco: o sinal realmente piora nessas datas.

Para você entender o que acontece, imagine um restaurante. Ele possui lotação para 100 pessoas. Essas pessoas podem entrar, se sentar e serem servidas com um ótimo padrão de qualidade. Um certo dia, 130 pessoas aparecem na mesma hora. 30 terão que esperar. Elas podem até ser atendidas no bar, mas não é a mesma qualidade e também não cabe todo mundo. 

Eis que com o sinal de celular é a mesma coisa. Cada área possui um limite da quantidade de conexões que pode providenciar de forma simultânea, de acordo com a infraestrutura existente. Chamamos isso de densidade. Quando excedido o limite, o sinal não chega com a mesma qualidade ou até mesmo pode nem chegar. O seu aparelho vai “buscar” mais pelo sinal, aumentando até mesmo o consumo de bateria.

As cidades turísticas devem cuidar das suas telecomunicações

Um fator pouco previsto nas viagens (porque é considerado como uma obrigação da cidade ou local que abriga o turista) é o conforto de uma bela infraestrutura de telecomunicação. Uma grande cidade ou cidade turística tem que entrar na era digital para que telefones e celulares funcionem bem e atendam à população que cresce em período de férias.

A rede de antenas deve crescer nesse movimento. Os celulares conectam-se às antenas para conseguirem funcionar - e toda a tecnologia depende desta infraestrutura urbana.

Cases de sucesso da QMC Telecom: Olinda, em Pernambuco

A QMC Telecom tem boas histórias de sucesso para contar.

Fundada em 1535, Olinda é a cidade mais antiga do Brasil. Ao ser colonizada pelos portugueses, prosperou rapidamente chegando a ter o status de Vila, com luxuosas construções e forte influência religiosa: não à toa, foi erguida no alto de morros que dão uma visão estratégica do Oceano Atlântico e do porto. Grande parte desse sucesso se deu devido à exploração de cana-de-açúcar - o que durou quase dois séculos.

É importante ressaltar que o problema de conectividade em Olinda se dava à capacidade, e não a cobertura celular. Isso significa que as infraestruturas já existentes na cidade não conseguiam sustentar o grande número de pessoas “penduradas” na mesma rede. Isso acontece porque o sinal está sendo irradiado para todas as pessoas por meio de uma única infraestrutura (uma única torre, por exemplo), o que gera gargalo na rede da operadora.

Pensando em um projeto de conectividade para Olinda, era preciso conseguir unir o melhor dos dois mundos - o de uma história e cultura singular e o das telecomunicações. Para fazer isso acontecer, a QMC se juntou à Pousada dos Quatro Cantos, localizada no Centro Histórico de Olinda, para a instalação de uma infraestrutura camuflada.

A escolha foi estratégica para o objetivo de prover conectividade para todo o Centro Histórico de Olinda, já que o local poderia irradiar o sinal de forma consistente para toda a região - sem que houvesse barreiras físicas .

Vale ressaltar que este projeto conta com a única infraestrutura de telecomunicação licenciado da cidade. A fim de levar melhorias para a região, a QMC procurou entender as necessidades de preservar um imóvel tombado – bem como todo o seu entorno - e com isso buscou em parceria com a IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e Município desenvolver um projeto que fizesse sentido.

Desta forma a burocracia foi vencida e Olinda foi presenteada com estrutura e serviços que respeitam os processos, a cidade e, claro, sua história.

Via Galé, em Caucaia, Ceará

Já o hotel Vila Galé Cumbuco é um resort all inclusive na Praia do Cumbuco, a 3 quilômetros ao norte do vilarejo. A praia Cumbuco pertence ao município de Caucaia, a apenas 30 km de Fortaleza, e a 47 km do aeroporto.

Em 2014, quando foi inaugurado, a infraestrutura de telecom era extremamente precária - apenas uma operadora de celular funcionava na região - e a qualidade da internet (seja de celular ou banda larga) era ruim.

Os prejuízos causados pela falta de conectividade e comunicação geraram muitas reclamações, fazendo com que uma parceria entre a QMC e o Vila Galé se tornasse fundamental.

Após um grande estudo, foi definido que a solução indoor seria o mais indicado, evitando o impacto ambiental e estético que poderia ser causado por uma torre. Para isso, o time QMC assumiu o desafio de projetar um sistema indoor complexo, que cobrisse tanto os apartamentos, chalés e toda área externa: restaurantes, piscinas, kid's club, lounge etc.

Com a conclusão do projeto, a solução ajudou a diminuir as reclamações do sinal de internet em geral: pelo fato do celular não funcionar, a única alternativa dos hóspedes era utilizar o wifi do local, que ficava sobrecarregado, além das várias áreas de sombra - o que não era difícil de acontecer em um resort de 100 mil m².

Balneário Camboriú, em Santa Catarina

O Réveillon em Balneário é realizado pela Secretaria do Turismo, e conta com uma queima de fogos na Praia Central - uma área 100% urbanizada, com a melhor infraestrutura turística da cidade, com  ótimas opções de hospedagem e muitos bares, restaurantes, lojas e shoppings.

Além disso, a região conta com mais de um milhão de pessoal em alta temporada, com alta demanda de consumo de dados que, certamente, é mais alto que sua capacidade para atender os moradores da região.

Depois de estudos e projetos, a QMC optou por executar um projeto em nível da rua, utilizando mobiliário urbano já existente na malha da cidade, garantindo que a estética arquitetônica não fosse comprometida. Mas... o que é o mobiliário urbano? São os postes de luz, bancas de jornal, semáforos, lombadas eletrônicas, fachadas, entre outros.

O projeto foi extremamente pioneiro: um único fornecedor de infraestrutura - a QMC - assumiu total responsabilidade pelo projeto (ou seja, tivemos um projeto Turn Key), que foi 100% desenvolvida e implementada pela QMC, incluindo todas as licenças junto à Prefeitura Municipal e Órgãos Competentes para cada ponto de irradiação .

E os resultados foram impressionantes. Balneário garantiu captura significativa de tráfego adicional, gerando mais receita para a operadora. O excelente nível de sinal e melhora da qualidade da rede também trouxe inúmeros benefícios para a cidade, por oferecer aos turistas conectividade de qualidade, algo que ainda é necessário em diversas outras regiões litorâneas do país.

A QMC tem muitas soluções para as férias bem sucedidas nas cidades turísticas e hotéis. Planejamos, desenhamos e implementamos soluções específicas para cada cliente. Queremos entender o seu negócio e ver de que maneira podemos ajudar.

Para que suas férias sejam sempre muito boas.

Se você gostou deste conteúdo e gostaria de receber as novidades do QMC Conecta diretamente no seu e-mail, assine a nossa newsletter. Lembre-se, você pode contar conosco para ajudar a superar o atual cenário.

Murilo Almeida

Murilo Almeida

Murilo possui ampla experiência no mercado de telecomunicações, liderando projetos de consultoria estratégica para 3 das 4 maiores operadoras do Brasil – incluindo trabalhos em temas como M&A, planejamento estratégico, planejamento comercial, otimização de CAPEX e Turnaround.

qmc_CTA_fim_Blog_Tablet_ebook
GOSTOU DO CONTEÚDO? A GENTE ESPERA QUE SIM! :)

Aproveita então e dá uma olhada nesse E-book sobre Transformação Digital na gestão hoteleira: falamos sobre reputação online, sistemas de reserva, experiência do consumidor, e o futuro da revolução digital nos hotéis.

BAIXE AGORA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Assine nossa newsletter!

New call-to-action