<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://px.ads.linkedin.com/collect/?pid=2414825&amp;fmt=gif">

 

Carros autônomos, cirurgias robóticas e troca de informações digitais em tempo recorde: o 5G pretende fazer isso e muito mais e transformar completamente o mundo em que vivemos. Enquanto alguns países ainda estão em fase de leilão para implantá-lo, como o Brasil, outros estão mais avançados nesse quesito - é o caso da China, Estados Unidos (EUA) e Coreia do Sul.

Hoje, temos 1.336 cidades em todo o mundo com a rede 5G, representando um crescimento de 350% em relação ao ano passado. O avanço acelerado representa 341 cidades na China com a tecnologia, 279 nos Estados Unidos e 85 na Coreia do Sul - é o que aponta o relatório “The State of 5G”, da VIAVI Solutions.

É esperado que a tecnologia adicione US$ 17 trilhões ao crescimento econômico global até 2035. Em meio a disputas políticas e acusações de espionagem, entenda o funcionamento do 5G em cada país.

5G na Coreia do Sul

A conexão de 5ª geração é uma realidade desde 2019 no país, e não surpreende estar no ranking entre os 10 países com melhor qualidade e velocidade.

Segundo um estudo feito pela Opensignal entre os dias 1o de janeiro e 31 de março de 2021, o país é líder mundial em velocidade de download: a cidade de Jeonju alcançou velocidade média de 415,6 Mbps - 15% mais rápida que a média nacional (361,0 Mbps). Em quesito de velocidade de upload, o primeiro lugar fica com Taiwan.

Em outubro do ano passado, o Ministério de Ciência e Tecnologia da região registrou 9,98 milhões de usuários de smartphones 5G. Ou seja, os sul-coreanos já contam com diversas soluções de entretenimento inovadoras que utilizam a tecnologia 5G, entre outras facilidades trazidas pela ferramenta.

A conexão na China

Um dos principais pólos da tecnologia, a China também é uma grande promessa mundial: o país terá a maior rede 5G do mundo, com 1 milhão de antenas em 2021. Até o fim de 2020 foram instaladas 718 mil estações 5G.

A pretensão é que as bases de rede 4G sejam atualizadas até o final de 2027, promovendo seis milhões de Estações de Rádio Base (ERBs) em pleno funcionamento.

Com a promessa, vem grandes desafios, como os altos custos posteriores, que já ultrapassam US$ 150 bilhões; o elevado consumo de energia - as estações-base do 5G podem gastar entre 1,5 e 3 vezes mais do que as do 4G; e o ciclo de vida da industrialização do 5G.

A “guerra” dos EUA pela 5ª geração

Durante o governo de Donald Trump, o ex-presidente anunciou uma série de restrições à Huawei, fabricante chinesa líder mundial na tecnologia 5G, alegando que a empresa usaria os equipamentos para praticar espionagem em outros países. A China nega as acusações, mas as consequências ainda são sentidas em todo o mundo.

As operadoras americanas Verizon (VZ), T-Mobile (TMUS) e AT&T (T) estão implantando suas redes pelo país aos poucos, e já oferecem o serviço aos usuários. Dependendo do espectro usado e do plano de preços aplicado, os americanos podem receber experiências 5G diferentes no mesmo local; isso porque essas grandes operadoras estão empregando a mesma estratégia de receita para 5G e 4G: buscam atrair clientes com um preço barato e, na sequência, tentam vender pacotes mais robustos e um sistema mais sofisticado.

De qualquer forma, AT&T, Verizon e T-Mobile têm diferentes quantidades de capacidade de rede 5G, e sabe-se que as duas primeiras não trabalham com uma nova rede, mas estão compartilhando a rede antiga com 4G.

Quer saber como está a implantação do 5G no Brasil e na América Latina? Confira no nosso blog. Acompanhe nossos meios de comunicação e fique por dentro de todas as novidades sobre a conexão de quinta geração e as atualizações na área de telecom.

Equipe de Marketing

Equipe de Marketing

Equipe de marketing da QMC Telecom

qmc_CTA_fim_Blog_Tablet_ebook
GOSTOU DO CONTEÚDO? A GENTE ESPERA QUE SIM! :)

Aproveita então e dá uma olhada nesse E-book sobre Transformação Digital na gestão hoteleira: falamos sobre reputação online, sistemas de reserva, experiência do consumidor, e o futuro da revolução digital nos hotéis.

BAIXE AGORA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Assine nossa newsletter!

New call-to-action